O balanço da criminalidade publicado pelo Instituto de Segurança Pública (ISP-RJ) referente ao mês de novembro comprova que as recorrentes notícias sobre cargas roubadas e recuperadas no Leste Fluminense não são episódios isolados. Com exceção de Maricá, que manteve os números, Niterói, São Gonçalo e Itaboraí apresentam crescimento nesse tipo de crime, em relação ao mesmo mês do ano passado.

Em Niterói, os casos mais que triplicaram. De quatro ocorrências em novembro de 2016, o município somou, neste ano, 14. Quadro semelhante em Itaboraí, onde os quatro registros do ano passado alcançaram 10 casos no mesmo período em 2017. Em São Gonçalo, as estatísticas se mantiveram próximas, mas ainda com um alto índice de roubos de carga. Foram 125 casos, contra 102 registrados nas delegacias em novembro do ano anterior.

Roubo de veículos – Considerado pelo comandante do 12º BPM, Marcio Rocha, o principal desafio para a redução da criminalidade no ano, o roubo de veículos também continua sendo motivo de preocupação para os quatro municípios. Em Niterói, o crescimento não foi tão significativo de um ano para o outro, com apenas quatro casos a mais: de 161 em 2016 para 165 em 2017.

Itaboraí registrou, no entanto, o aumento mais alarmante, de 55%, com 28 casos a mais de um ano para o outro. A 71ª DP registrou 79 ocorrências em novembro deste ano, contra 51 no mesmo mês do ano anterior. Em São Gonçalo, os números subiram de 483 para 497 e, em Maricá de 17 para 24.

Fonte: http://www.osaogoncalo.com.br/seguranca-publica/49726/roubo-de-cargas-cresce-em-sao-goncalo-niteroi-e-itaborai

By Notícias e Artigos

Canal de notícias e publicação de artigos de empresas, profissionais focados em gestão de riscos e prevenção de perdas dos setores privado e público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.