Skip to main content

Novos preços da gasolina e do diesel passam a valer nesta sexta-feira

gasolina e diesel
roubo de carga, estatísticas,acidentes de trânsito

Novos preços da gasolina e do diesel passam a valer nesta sexta-feira

roubo de carga, estatísticas,acidentes de trânsito
roubo de carga, estatísticas,acidentes de trânsito,
gasolina e diesel

Ainda na quinta-feira, motoristas fizeram filas nos postos para abastecer os carros antes do reajuste

O reajuste da gasolina e do diesel começam a ser aplicados a partir desta sexta-feira (11). De acordo com anúncio feito pela Petrobras na quinta-feira (10), a alta será de 18% para a gasolina e de quase 25% para o diesel.

O aumento vem após 57 dias sem reajustes nos combustíveis. “Após serem observados preços em patamares consistentemente elevados, tornou-se necessário que a Petrobras promova ajustes nos seus preços de venda às distribuidoras para que o mercado brasileiro continue sendo suprido, sem riscos de desabastecimento”, disse a empresa em nota.

Com isso, o preço médio de venda da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 3,25 para R$ 3,86 por litro. “Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina A para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,37, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,44 por litro”, diz.

Parao diesel, o preço médio vai de R$ 3,61 para R$ 4,51 por litro. “Considerando a mistura obrigatória de 10% de biodiesel e 90% de diesel A para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 3,25, em média, para R$ 4,06 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,81 por litro”.

“A redução na oferta global de produto, ocasionada pela restrição de acesso a derivados da Rússia, regularmente exportados para países do ocidente, faz com que seja necessária uma condição de equilíbrio econômico para que os agentes importadores tomem ação imediata, e obtenham sucesso na importação de produtos de forma a complementar o suprimento de combustíveis para o Brasil”, disse a companhia por meio de nota.

Ainda na quinta-feira, motoristas fizeram filas nos postos para abastecer os carros antes do reajuste. Contudo, muitos postos já aplicavam novos preços. Em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, motoristas foram surpreendidos já pela manhã com o reajuste nos preços dos combustíveis.

O litro do álcool, que custava, em média, R$ 4 nas cidades da região de Ribeirão Preto, subiu para R$ 4,20. O preço da gasolina também subiu em poucas horas. Saiu de R$ 6,14 o litro para R$ 6,70. Em alguns postos, houve formação de fila no começo da tarde e muitos motoristas ficaram indignados.

A principal reclamação foi quanto ao reajuste no preço do álcool. A região de Ribeirão Preto é a que mais produz o combustível no Brasil e os motoristas não entendem porque o álcool está tão caro.

GLP também é reajustado

O valor do GLP (gás liquefeito de petróleo), conhecido como gás de cozinha, também sobe nesta sexta-feira. O preço médio de venda do insumo passará de R$ 3,86 para R$ 4,48 por kg, equivalente a R$ 58,21 por 13kg, refletindo reajuste médio de R$ 0,62 por kg.

O último ajuste de preços do GLP foi feito há 152 dias. “Esses valores refletem parte da elevação dos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente a demanda mundial por energia”, diz a nota da Petrobras.

Fonte:https://www.cnnbrasil.com.br/business/novos-precos-da-gasolina-e-do-diesel-passam-a-valer-a-partir-desta-sexta-feira-11/

 

roubo de carga, estatísticas,acidentes de trânsito

Mais notícias

roubo de carga, estatísticas,acidentes de trânsito
roubo de carga, estatísticas,acidentes de trânsito,