Extra Online RJ – Dez vias de grande circulação de veículos concentram um quarto dos roubos de cargas registrados na Região Metropolitana do Rio. Um levantamento feito pelo EXTRA, com base em dados da Polícia Civil, revela que, dos 7.037 casos registrados nos 21 municípios do Grande Rio de janeiro a novembro deste ano, 1.901 — ou 28% do total — aconteceram nessas vias. Três ficam na capital, três estão localizadas em municípios da Baixada Fluminense e outras três na região que compreende as cidades de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí. Uma das vias, a Rodovia Presidente Dutra, abrange a capital e municípios da Baixada.

As quatro primeiras colocadas no ranking de roubos de cargas são vias de acesso à capital, usadas por motoristas que chegam de outros estados. A Avenida Brasil, que tem 58km de extensão e corta uma série de bairros das Zonas Norte e Oeste do Rio, lidera a lista: são 723 casos nos últimos 11 meses — uma média de mais de dois roubos por dia. Só nesta via, são registrados 10% dos ataques na Região Metropolitana.

A segunda colocada é a Rodovia Presidente Dutra, com 391 crimes. A Washington Luiz ocupa a terceira posição e a BR-101, no trecho entre Niterói e Manilha, está em quarto lugar. As que ocupam a quinta e a sexta posição, na verdade, são a mesma via que muda de nome de acordo com o trecho: Av. Pastor Martin Luther King Jr., na capital, e a sua continuação na Baixada, a Automóvel Clube. Juntas, registraram 155 casos.

No levantamento, também foram analisados os tipos de cargas que são alvo dos criminosos. Gêneros alimentícios estão no topo do ranking: em 1.438 casos (10% do total de roubos registrados no período) foram levados alimentos.

Operações não reduziram número de assaltos

As operações integradas entre forças estaduais e federais, a partir do segundo semestre deste ano, não causaram mudanças significativas na lista de vias com mais roubos de cargas. O levantamento do EXTRA separou crimes registrados no primeiro e no segundo semestre — período em que as Forças Armadas, a Polícia Rodoviária Federal, a Força Nacional e as polícias Civil e Militar realizaram ações de combate ao crime. As quatro vias com mais casos nos dois semestres são as mesmas: Avenida Brasil, rodovias Presidente Dutra e Washington Luiz e BR-101. A média de casos por dia da via que lidera o ranking nos dois semestres, a Brasil, permaneceu a mesma nas duas metades do ano: dois por dia.

By Notícias e Artigos

Canal de notícias e publicação de artigos de empresas, profissionais focados em gestão de riscos e prevenção de perdas dos setores privado e público.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.