Policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Roubos e Latrocínios (Deic) prenderam dois homens por receptação, em Mongaguá, litoral paulista.

Após um roubo de carga de roteadores, investigações foram iniciadas e descobriu-se um imóvel, onde parte dessa carga estaria escondida.

Equipes de destacaram à baixada santista e constataram que o imóvel se tratava de estabelecimento de prestação de serviço de provedor de internet. Em vistoriais ao comércio, os policiais localizaram, mantidos em depósito, 63 caixas contendo roteadores roubados.

Questionado, o responsável pelo estabelecimento não apresentou documentação hábil à comprovação da idoneidade dos bens localizados, esclarecendo que comprou de um desconhecido, juntamente com outro indivíduo, também comerciante daquela cidade, um lote da mercadoria, tendo ambos efetuado o pagamento em dinheiro e que não receberam a nota fiscal da mercadoria.

Foram efetuadas buscas no segundo estabelecimento, porém nada de ilícito foi localizado. O proprietário do comércio informou que, desconfiado de sua procedência ilícita, devolveu a mercadoria para a pessoa de quem adquiriu.

A carga foi avaliada em R$ 589 mil e ambos os comerciantes foram apresentados na Especializada e autuados em flagrante pelo crime de receptação qualificada.

Fonte: Polícia Civil SP

By Notícias e Artigos

Canal de notícias e publicação de artigos de empresas, profissionais focados em gestão de riscos e prevenção de perdas dos setores privado e público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.