Skip to main content

Caminhoneiro e dona de carreta são presos suspeitos de forjar sequestro e desviar carga avaliada em R$ 700 mil

roubo de carga, estatísticas,acidentes de trânsito

Caminhoneiro e dona de carreta são presos suspeitos de forjar sequestro e desviar carga avaliada em R$ 700 mil

roubo de carga, estatísticas,acidentes de trânsito

Caminhoneiro forjou sequestro e desviou carga de leite em pó, avaliada em R$ 700 mil, enquanto a dona do veículo tentava atrapalhar as investigações. Dois homens que participaram do crime são procurados.

O caminhoneiro que dirigia uma carreta com carga de leite em pó avaliada em R$ 700 mil, encontrada abandonada no início deste mês em Corrente (PI), e a proprietária do veículo foram presos por desviarem o carregamento, na manhã desta quinta-feira (15), em Ribeirão Preto (SP) e Goiânia (GO). Um homem suspeito de participar do crime continua foragidoA carga ainda não foi recuperada.

Os mandados de prisão preventiva foram solicitados pela Delegacia de Corrente e cumpridos durante a Operação Forger, deflagrada pela Polícia Civil do Piauí, de Goiás e de São Paulo, que contaram com o apoio da Delegacia de Floresta do Araguaia (PA).

Segundo o delegado titular de Corrente, Diogo Noronha, pelo menos quatro pessoas participaram do crime: o motorista do caminhão, a dona do veículo e dois homens que teriam dado apoio logístico já no Pará.

A carga saiu do estado de São Paulo com destino à cidade de Altos, no Piauí, cerca de 40 km de Teresina. A intenção do grupo era desviar apenas a carga levada pelo caminhão.

O desvio da carga aconteceu ainda no Piauí. O caminhão foi encontrado abandonado em Corrente e foi recuperado pela dona, que participou do crime.

Depois que o veículo foi encontrado, o caminhoneiro foi considerado desaparecido. A Polícia chegou a divulgar a foto dele (acima) e números de telefone para receber informações sobre seu paradeiro.

Dias depois, o caminhoneiro apareceu na cidade de Floresta do Araguaia, a 978 quilômetros de Corrente. Ele foi até a delegacia da cidade e registrou um boletim de ocorrência afirmando que havia sido sequestrado e levado amarrado dentro de um furgão.

Durante as investigações, os policiais descobriram que, na verdade, não houve sequestro: o motorista teria retirado a carga do caminhão com a ajuda de dois homens. Esses dois homens fugiram com a carga que até o momento não foi localizada.

Em seguida, o motorista foi levado em um carro de passeio para Floresta do Araguaia, para fazer o registro do falso de sequestro na delegacia da cidade.

Depois que os policiais descobriram a trama forjada para furtar a carga, solicitaram à Justiça e receberam as ordens de prisão para três dos quatro envolvidos. Nesta quinta-feira (15), o motorista do caminhão foi preso em Goiânia (GO) e a dona do caminhão foi presa em Ribeirão Preto (SP).

O dois homens que ajudaram na retirada da carga estão sendo procurados, um deles foi identificado e é considerado foragido. O outro ainda não foi identificado.


A proprietária da carreta omitiu informações e sonegou provas, como o rastreio do caminhão, a fim de dificultar as investigações e concluir o transporte da carga até os receptadores, acrescentou o delegado.”

Além da prisão preventiva, o caminhoneiro também foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. Já a dona do veículo não teria participado ativamente do crime, mas teria tentado atrapalhar as investigações.

Fonte: g1.globo.com/pi/piaui/noticia/2024/02/15/caminhoneiro-e-dona-de-carreta-sao-presos-por-forjarem-sequestro-e-desviarem-carga-avaliada-em-r-700-mil.ghtml

roubo de carga, estatísticas,acidentes de trânsito

Mais notícias

roubo de carga, estatísticas,acidentes de trânsito