Número de ocorrências de roubo de carga no Alto Tietê em 2017 é o maior dos últimos três anos, mostra SSP

Nos últimos doze meses, foram 412 casos na região, o dobro do volume de casos registrados em 2014, quando 207 roubos de carga foram registrados.

Região do Alto Tietê registrou em 2017 o maior número de ocorrências de roubo de carga desde 2014. Em 2014 foram 207 casos nas dez cidades do Alto Tietê, no ano seguinte 247 e, em 2016, foram 309 roubos de carga. No ano passado foram registrados 412 casos.

 “Um assumiu a direção, me colocou deitado, e mandou eu ficar de boa que ele não ia fazer nada contra mim. Só queriam a carga. Me liberaram uma hora depois”, disse o motorista, sem se identificar.

O Núcleo de Roubo de Cargas já fazia um bloqueio no Mogi-Dutra para combater justamente esse tipo de crime. Quando a denúncia chegou, foi possível mobilizar uma equipe grande em pouco tempo. “Os policiais passaram a intensificar os trabalhos entrando em algumas ruas de terra e conseguiram encontrar os ladrões retirando a carga, passando para um caminhão dos próprios bandidos”, disse o delegado Alexandre Batalha.

Quinze policiais participaram da ação, com o apoio do Garra. Até o helicóptero pelicano da Polícia Civil foi acionado. O caminhão roubado foi abandonado perto da Rodovia Mogi -Dutra. Outro caminhão e um utilitário foram usados pelos criminosos para fazer o transbordo da carga.

O motorista do caminhão foi obrigado a ajudar os criminosos a descarregarem a mercadoria roubada e disse que o esquema era bem maior. “Tinha mais ou menos 10 envolvidos. Encostaram um carro, a gente foi passando a carga. Quando acabou, já encostou o próximo carro, e assim foi até acabar a carga”, disse o motorista que não quis se identificar.

Este carro vermelho estava abandonado no limite com Suzano. O veículo é roubado e também pode ter sido usado pelos criminosos. Os homens presos têm entre 32 e 34 anos de idade.

“No começo eles negaram, mas chegaram na delegacia eles confessaram o crime. A própria circunstância é prova que reforça a participação deles.”

Pelo menos um deles, já tinha passagem por furto e roubo. Apenas parte da carga avaliada em R$ 500 mil foi recuperada. “Eles não disseram para onde iriam levar a carga, mas com certeza ia ser levada à um receptador ligado à quadrilha e que já espera essa carga. É muito importate mencionar que a gente faz trabalho firme de coibir a prática desse tipo de ação, mas tem também que repreender os receptadores, que acabam sendo piores do que os bandidos a mão armada. Eles fomentam a prática destes crime.”

Os três homens suspeito vão passar, ainda nesta terça-feira, por audiência de custódia para a Justiça decidir se são mantidos presos ou não.

O delegado Alexandre Batalha informou que já identificou a participação dos suspeitos em um outro roubo de carga, no dia 12 de janeiro, na capital.

Quem tiver informações sobre outros suspeitos que façam parte dessa quadrilha pode ligar no 181. Lembrando que não é preciso se identificar.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/mogi-das-cruzes-suzano/noticia/numero-de-ocorrencias-de-roubo-de-carga-no-alto-tiete-em-2017-e-o-maior-dos-ultimos-tres-anos-mostra-ssp.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*