Força Nacional impede assalto a carga de celulares no Rio

Equipes já prenderam 193 pessoas e recuperaram 65 veículos e 12 cargas roubadas na cidade

    Brasília, 24/11/17 – Uma barreira da Força Nacional de Segurança Pública na rodovia federal Presidente Dutra (BR-116), no Rio De Janeiro (RJ), ajudou a impedir o roubo de um carregamento de telefones celulares na manhã desta sexta-feira (24). Uma caminhonete com a carga de aparelhos foi recuperada logo após ser levada por bandidos. Com essa ação, já são mais de 65 veículos e 12 cargas recuperadas pela Força na cidade desde o início da operação, em maio.

O assalto aconteceu por volta das 8h30, quando o motorista da empresa roubada dirigia um Fiat Fiorino pelo bairro Parque Colúmbia, na zona norte da capital fluminense. Próximo à rua Sussekind de Mendonça, ele foi abordado por um homem armado em uma moto. Em seguida, outros dois bandidos chegaram em um carro e tentaram arrombar o baú da caminhonete.

Moradores avisaram sobre o crime à equipe da Força Nacional, que atuava em apoio à Polícia Rodoviária Federal (PRF) nas proximidades da rua Embaú e a BR-116. Os policiais seguiram para o local do roubo, onde encontraram a moto dos bandidos e o furgão roubado. Os assaltantes fugiram do local em outro veículo ao perceberem a aproximação da polícia. As buscas seguiram, mas eles não foram localizados.

O motorista da empresa foi liberado sem ferimentos. A carga também foi liberada após perícia e registro do boletim de ocorrência.

Operação no Rio
Dentro do Plano Nacional de Segurança Pública e atendendo à solicitação do governo do estado, a Força Nacional desenvolve, desde maio de 2017, operação de apoio aos órgãos policiais estaduais e federais no Rio de Janeiro.

São ações de polícia ostensiva e judiciária com o objetivo de combater a criminalidade organizada e delitos em geral. Nesse período, somente a Força Nacional já prendeu 193 adultos e apreendeu 18 adolescentes envolvidos em delitos na cidade, além de ter apreendido dezenas de armas de fogo, drogas e cargas roubadas.

O MJ também realiza ações por meio do Departamento Penitenciário Nacional, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal, em apoio à segurança no estado do Rio, dentro e fora do estado.

Desde a fronteira
Exemplo desse trabalho integrado é a operação Égide, que também integra o PNSP e é desenvolvida pelo MJ, por meio da PRF em parceria com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), desde 10 de julho deste ano. Em pouco mais de quatro meses, esse trabalho já resultou na prisão de mais de 7 mil pessoas em oito estados e na apreensão de 121 toneladas de maconha e 2,7 toneladas de cocaína e crack, 509 armas de fogo e 94 mil munições e 1.531 carros roubados.

O objetivo da operação é reforçar o combate ao tráfico de armas, drogas e produtos contrabandeados, especialmente os que têm como destinos os grandes centros do país. As ações acontecem em três etapas simultâneas: nas rodovias federais que cruzam estados de fronteira (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e Mato Grosso do Sul); nos grandes corredores rodoviários (Goiás, São Paulo e Minas Gerais); e no Rio de Janeiro.

Fonte: http://www.justica.gov.br/noticias/forca-nacional-impede-assalto-a-carga-de-celulares-no-rio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*